Análise dos aspectos da ordenação sucessória não progressiva na narrativa fílmica

Melissa Ribeiro de Almeida

Resumo


O presente artigo tem como objetivo investigar, no regime das sucessões da narrativa fílmica, aspectos da ordenação sucessória que vão além de seu desenvolvimento perfeitamente progressivo, o que torna a legibilidade da narrativa mais complexa, pois exige que o espectador resgate a racionalidade da história, estabelecendo uma certa coerência e homogeneidade às ações narradas a fim de garantir a sobrevivência da narrativa. Com o intuito de ilustrar e problematizar as questões propostas, toma-se como objeto de análise quatro filmes produzidos nos anos 2000, cujos formatos narrativos nos ajudam a compreender melhor como se dá a coerência interna interpretativa em sucessões não progressivas na narrativa fílmica: Efeito Borboleta, 21 Gramas, 11:14 e Amnésia.

Palavras-chave: narrativa fílmica, cinema contemporâneo, tempo no cinema.


Texto completo: PDF



ISSN: 1806-6925 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto Gráfico: Jully Rodrigues

Crossref Member Badge
Crossref Similarity Check logo
Locations of visitors to this page