Internet como meio de acesso a obras cinematográficas: evidências da pirataria no filme “Deixa Ela Entrar”

Liana Gross Furini, Roberto Tietzmann

Resumo


Desde a popularização da internet doméstica, ela foi se tornando peça fundamental na divulgação de obras audiovisuais. Quando se trata de filmes fora do circuito pop, ela deixa de ser apenas meio de divulgação e passa a se tornar, também, meio de acesso a essas obras, já que elas não costumam fazer parte do acervo das lojas e locadoras. Esse trabalho tem como objeto de pesquisa o filme “Deixa Ela Entrar”, dirigido por Tomas Alfredson, e as janelas de circulação das obras cinematográficas no contexto contemporâneo, pautado pela facilidade de circulação de arquivos trazida pela internet. Propomos a criação de uma metodologia para delimitar os espaços e as práticas da pirataria cinematográfica, determinando elementos que tornem possível verificar a circulação extraoficial de um filme na internet.

Palavras-chave: cinema, internet, pirataria.


Texto completo: PDF



ISSN: 1806-6925 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto Gráfico: Jully Rodrigues

Crossref Member Badge
Crossref Similarity Check logo
Locations of visitors to this page