Os estreitos caminhos do conhecimento

Lucrécia D’Alessio Ferrara

Resumo


Esse trabalho estuda a epistemologia da comunicação em sua relação com a produção de conhecimento. Procura-se discriminar a arqueologia que assinala aquela produção e seus embates entre o conhecimento definido por uma área científica e as incertezas que decorrem da atividade empírica que, frequentemente, leva a duvidar das certezas estabelecidas e nos impele a enfrentar as dúvidas que constituem a vertente mais frutífera do conhecimento contemporâneo. Através de leituras de autores como Flussere Agamben, procuram-se as bases arqueológicas para a epistemologia e a mudança ontológica que nos levam a passar da resposta à pergunta, da ineficiência dos códigos explicativos comandados pelo logos à rebeldia sugestiva da imagem que tudo insinua e nada afirma, do conceito que parece cobrir para não revelar que o cientista está nu ante as suas certezas.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .