A hipótese da Comunicação também como ciência da vida

Francisco J. Paoliello Pimenta

Resumo


Ao propiciar uma visão mais ampla da Comunicação, a Semiótica e o Pragmaticismo de Peirce permitem a expansão e o diálogo desse campo para outras esferas do conhecimento ,entre elas as ciências da vida, por meio da Biossemiótica. Essa abertura epistemológica se deve à filiação dessa vertente teórica ao Realismo Escolástico que defende que a base sígnicados processos comunicacionais é universalmente compartilhada. Assim, processos sígnicos de variados ecossistemas podem ser compreendidos considerando-se: a existência de uma lógica mais ampla que a cognição humana; o pensamento e a representação sígnica como algo de caráter geral; e a ampliação da Comunicação pela perspectiva da Biossemiótica.

Palavras-chave


Comunicação, epistemologia, Biossemiótica.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .