Comunicação organizacional: entre a oportunidade das Diretrizes Curriculares e o desafio da legitimação

Ana Paula da Rosa

Resumo


Este artigo tem por objetivo discutir o campo e as áreas da comunicação frente à criação de um novo curso após a autonomização das áreas autorizada pelo CNE e MEC com a flexibilidadedas Diretrizes Nacionais de Educação de 2013. Descreve-se aqui a experiência da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) na criação do curso de bacharelado em Comunicação Organizacional 1 e questiona-se até que ponto tal área é legitimada e possui regras definidas para se constituir. Parte-se da hipótese de que a base do curso de Tecnologia em Comunicação Institucional da mesma IES, bem como as pesquisas teóricas sobre o tema podem suportar a implantação deste curso desafiador, percebido como uma oportunidade para o desenvolvimento da comunicação.

Palavras-chave


comunicação organizacional, bacharelado, Diretrizes Curriculares

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .