A teoria da renda da terra ricardiana: um marco unificador entre as economias da poluição e dos recursos naturais

Alexandre Reis, Maria Fernanda Cavalieri de Lima Santin

Resumo


O trabalho tem como objetivo analisar o caráter unificador que a teoria da renda da terra de Ricardo possa ter para com a economia do meio ambiente. A metodologia é exploratória, do tipo qualitativo-descritivo e abrange a história do pensamento econômico, bem como os referenciais teóricos da economia do meio ambiente. Ao longo do estudo, ficou demonstrado que Ricardo foi o primeiro economista da poluição e da economia dos recursos naturais. Acrescentou-se também, o caráter explicativo da concepção teórica da renda da terra para com os problemas ambientais, bem como a sua proposta de solução, isto é, o uso de um preço para corrigir as degradações ambientais. Neste sentido, pode-se afirmar que esta abordagem torna-se relevante para a construção de políticas públicas voltadas para o meio ambiente.

Palavras-chave: renda econômica, escassez dos recursos naturais, meio ambiente e história.


Texto completo: PDF



ISSN: 1808-575X - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo