Agroecologia em Caxias do Sul: razões, ações e (des)ilusões

Jefferson Marçal Rocha

Resumo


Este artigo faz uma análise das estratégias de desenvolvimento das atividades agroecológicas no município de Caxias do Sul no período de 1996 a 2005. Considerou-se o Projeto de Agricultura Sustentável (PASUS) implantado na metade da década de 1990 pela Secretaria Municipal de Agricultura de Caxias do Sul (SEMAG). Através da análise de documentos e entrevistas com agentes ligados ao setor, a questão é entender como se configurou este projeto, tanto sob o aspecto econômico como sua repercussão socio ambiental entre os agricultores. Entende-se que a sustentabilidade proposta para a agricultura só poderá ser efetivada com práticas produtivas oriundas do sistema agroecológico; ao mesmo tempo, compreende-se que ainda há muitas dificuldades em concretizar uma sustentabilidade efetiva da agroecologia nos aspectos idealizados no Relatório Brundland (Brundtland, 1991): social, econômico e ambiental. Levando estes preceitos em consideração, propõe-se uma discussão sobre os benefícios e os entraves que a atividade teve nos últimos anos no município.

Palavras-chave: Agroecologia, Caxias do Sul, projeto PASUS.


Texto completo: PDF



ISSN: 1808-575X - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo