Poder de mercado das exportações brasileiras de carne bovina in natura para a União Europeia no período 1995-2008

Aline Cristina da Cruz, Marcelo José Braga

Resumo


A União Europeia (UE) é o principal mercado do setor exportador de carne bovina do Brasil, quese caracteriza por práticas de protecionismo que distorcem o equilíbrio de mercado. Também é fato constatado que as exportações brasileiras do tipo in natura para a UE vêm sofrendo quedas contínuas. A partir deste contexto, o principal objetivo deste trabalho é mensurar o poder de mercado do Brasil nas exportações de carne bovina in natura para a UE no período 1995-2008. O estudo utiliza o instrumental da New Empirical Industrial Organization (NEIO), com base em um sistema de oferta e demanda, e obtém 0.8205 como valor estimado do parâmetrol de poder demercado; mais próximo, portanto, da solução Cournot - Nash (oligopólio). Tal resultado é condizente com informações de relações comerciais no mercado europeu, dado o baixo número de países competidores, fato que denota indícios de substanciais barreiras à entrada e à saída deste setor.

Palavras-chave: carne bovina, União Europeia, NEIO, poder de mercado.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/4295



ISSN: 1808-575X - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
 
 
   
Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo