Entre a fé, a família e a política: a Economia Solidária em Dourados – MS

Magda Luiza Mascarello

Resumen


A Economia Solidária vem crescendo no Brasil, tanto em número de participantes nos empreendimentos econômicos quanto em iniciativas do Estado e estudos acadêmicos. Situado neste contexto, o objetivo deste artigo é discutir as significações deste fenômeno social na organização específica que existe no município de Dourados – MS, tomando como ponto de partida a narrativa dos sujeitos que o constroem ao mesmo tempo em que dele participam. Trata-se de uma reflexão antropológica sobre os significados imbricados nas relações cotidianas das pessoas que compõem a rede de economia solidária da cidade, assumindo a etnografia e o registro de memória e trajetórias de vida como método de pesquisa. Os resultados indicam que a Economia Solidária em Dourados aparece, sobretudo, como um ato de fé que impulsiona um deslocamento das pessoas em um caminho de busca por uma sonhada libertação cristã. Um projeto e, ao mesmo tempo, um horizonte, ambos articulados definindo símbolos, ações, identidades, compromissos, sentimentos e também política pública. Uma missão, portanto, ora de caráter universal como vida entregada a serviço de certa comunhão planetária, ora como atuação local, como redimensionamento das relações na própria família.

Palavras-chave: Economia Solidária, memória, comunidade, cosmologia cristã.


Texto completo: PDF (Português (Brasil))



Av. Unisinos, 950 - B. Cristo Rei / CEP 93.022-000 - São Leopoldo (RS) Central de Relacionamento Unisinos: +55 (51) 3591 1122 Ext.: 3219

Designed by Jully Rodrigues

 

Licença Creative Commons

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License. Melhor visualizado no Mozilla Firefox