Economia Popular e Solidária e desenvolvimento local: relação protagonizada pela organicidade das iniciativas

José Raimundo Oliveira Lima

Resumen


O objetivo deste trabalho é analisar, a partir do Programa Incubadora de Iniciativas da Economia Popular e Solidária da Universidade Estadual de Feira de Santana, elementos que contribuem para que a Economia Popular e Solidária se torne uma estratégia para o desenvolvimento local solidário. Nesse sentido, faz-se uma reflexão a partir do que pensam os agentes ou iniciativas dessa economia que participaram de um processo de incubação no período de 2008 a 2012. Destacam-se, para isso, algumas categorias: (a) a Economia Popular e Solidária enquanto estratégia para o desenvolvimento local; (b) orientação, organicidade popular e desenvolvimento local solidário; (c) agentes ou iniciativas da Economia Popular e Solidária para o desenvolvimento solidário; e (d) a incubadora universitária como agente articulador da Economia Popular e Solidária para o desenvolvimento local solidário. Foi possível chegar à compreensão de que o referido programa pode ser considerado, efetivamente, um agente protagonizador que articula os demais agentes ou iniciativas dessa economia para o desenvolvimento local solidário, por meio do entrelaçamento de saberes, conhecimentos diversos e políticas públicas de incubação.

Palavras-chave: Economia Popular e Solidária, desenvolvimento local solidário, agente ou iniciativa de Economia Popular e Solidária.


Texto completo: PDF (Português (Brasil))



Av. Unisinos, 950 - B. Cristo Rei / CEP 93.022-000 - São Leopoldo (RS) Central de Relacionamento Unisinos: +55 (51) 3591 1122 Ext.: 3219

Designed by Jully Rodrigues

 

Licença Creative Commons

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License. Melhor visualizado no Mozilla Firefox