Turismo solidário: uma proposta para Grão Mogol no Vale do Jequitinhonha

Werter Valentim de Moraes

Resumen


O trabalho se propôs a reconhecer e analisar as aptidões sociais, ambientais e culturais na perspectiva do turismo de base comunitária no município de Grão Mogol, onde se insere o Parque Estadual de Grão Mogol no Vale do Jequitinhonha do Estado de Minas Gerais. Através da metodologia de observação participante, buscou-se vivenciar atividades rotineiras dos empreendedores locais, analisando-as como uma agregação de renda e inclusão social para o compartilhamento por meio do turismo responsável. O turista predominantemente doméstico se limita a buscar atrativos inseridos nos meios de hospedagem convencionais, deixando assim de usufruir das belas trilhas e cachoeiras. O artesanato e o folclore não se inserem na cadeia produtiva da atividade por não apresentarem uma identidade que agregue valor ao turismo. Esta gestão do turismo se torna inefi ciente por não buscar a participação da sociedade interessada em desenvolvê-lo. O estímulo à participação dos anfitriões nas tomadas de decisões pode gerar comprometimento e aumento da autoestima das comunidades locais.

Palavras-chave: turismo de base comunitária, gestão compartilhada, unidade de conservação


Texto completo: PDF (Português (Brasil))



Av. Unisinos, 950 - B. Cristo Rei / CEP 93.022-000 - São Leopoldo (RS) Central de Relacionamento Unisinos: +55 (51) 3591 1122 Ext.: 3219

Designed by Jully Rodrigues

 

Licença Creative Commons

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License. Melhor visualizado no Mozilla Firefox