Formulação de agenda, políticas públicas e economia solidária no Brasil

Pompilio Locks

Resumen


Em 2003, foi criada a Secretaria Nacional de Economia Solidária, comprometida em divulgar e apoiar o crescimento de grupos de economia solidária no país. Nesse trabalho investigamos a ascensão desse tema na política nacional, tendo em vista três aspectos visualizados como determinantes: (i) o contexto socioeconômico e político anterior à criação da secretaria; (ii) a movimentação das organizações da sociedade civil em prol do discurso da economia solidária; (iii) a movimentação de intelectuais para a divulgação acadêmica do tema. Para tanto, utilizaremos as reflexões de Kingdon sobre o processo de formulação de agenda, adaptado para o caso da economia solidária no Brasil.

Palavras-chave: economia solidária, políticas públicas, formulação de agenda.


Texto completo: PDF (Português (Brasil))



Av. Unisinos, 950 - B. Cristo Rei / CEP 93.022-000 - São Leopoldo (RS) Central de Relacionamento Unisinos: +55 (51) 3591 1122 Ext.: 3219

Designed by Jully Rodrigues

 

Licença Creative Commons

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License. Melhor visualizado no Mozilla Firefox