Duplos movimentos e forças pendulares: perspectivas polanyianas sobre a era neoliberal

Gareth Dale

Resumen


Na era neoliberal, a noção de Karl Polanyi sobre o “duplo movimento” tem sido muito utilizada por cientistas sociais como uma crítica à ordem vigente e como prenúncio do seu desaparecimento. Este artigo apresenta o teorema do duplo movimento, tomando por base textos publicados e não publicados de Polanyi. Explora paralelos entre a explicação dele sobre o advento do regime de livre mercado novecentista na Grã-Bretanha e os recentes estudos polanyianos sobre a ascensão do neoliberalismo. Após uma análise da refuncionalização “pendular” da tese de Polanyi, o artigo conclui perguntando se a recente crise financeira global sinaliza um movimento pendular que parte do neoliberalismo (ou “fundamentalismo de mercado”) em direção a uma forma de capitalismo socialmente coordenado, ou em direção a “mais do mesmo”. A partir de 2011, parece que as políticas e a ideologia neoliberais continuam hegemônicas, mas não de forma revigorada, e sim como um regime político “mortovivo”, que gerou uma florescente literatura sobre “capitalismo zumbi” e  “neoliberalismo zumbi”.

Palavras-chave: Karl Polanyi, neoliberalismo, duplo movimento, crise financeira, zumbi.


Texto completo: PDF (Português (Brasil))



Av. Unisinos, 950 - B. Cristo Rei / CEP 93.022-000 - São Leopoldo (RS) Central de Relacionamento Unisinos: +55 (51) 3591 1122 Ext.: 3219

Designed by Jully Rodrigues

 

Licença Creative Commons

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License. Melhor visualizado no Mozilla Firefox