Os usos do escrito no universo familiar: a prática da escrita no Brasil da segunda metade do século XIX

Carina Martiny

Resumo


Este artigo trata dos usos da escrita no universo familiar através do estudo dos testemunhos gráficos dos Castilhos, uma família da elite agrária do Rio Grande do Sul na segunda metade do século XIX. Utiliza como fontes os escritos privados de membros da família, analisando-os de modo quantitativo e qualitativo. Apresenta uma tipologia dos escritos e analisa as diferentes funções que o escrito exerceu no universo familiar. Demonstra que, apesar da competência gráfica ter sido um privilégio de uma minoria, os usos eram variados, atendendo a necessidades como comunicação, administração de negócios e resolução de questões cotidianas.

Palavras-chave: família, prática da escrita, testemunhos gráficos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/htu.2016.201.07



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
 
 
   
 
 
 
 
 
 
 
 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo