Organização e articulação do Comitê de Socorro à Europa Faminta – SEF (1946-1949)

Evandro Fernandes

Resumo


Este artigo analisa a atuação da organização de ajuda humanitária denominada de Comitê de Socorro à Europa Faminta, SEF, no contexto brasileiro e internacional entre os anos de 1946 e 1949. A análise mostra a importância da atuação de organismos de ajuda humanitária para a reconstrução da Alemanha do pós-guerra no Brasil, identifica as motivações políticas e ideológicas que fizeram com que as elites do grupo étnico alemão no país se mobilizassem em prol da Alemanha, bem como destaca seu papel na criação e articulação do comitê. O artigo identifica as dificuldades enfrentadas pelo Comitê de Socorro à Europa Faminta na remessa de ajuda humanitária para a Europa, em especial para a Alemanha, bem como os grupos sociais que tomaram parte nas suas arrecadações, as estratégias de articulação de suas lideranças junto aos círculos do poder, a função social e ideológica do comitê para a comunidade étnica alemã no Brasil.

Palavras-chave: pós-guerra, imigração, ajuda humanitária.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/htu.2013.172.03



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
 
 
   
 
 
 
 
 
 
 
 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo