História, memória e poder. a Ação Integralista Brasileira e a reconstrução mistifi cada do passado e do presente

Natalia Reis Cruz

Resumo


O trabalho aborda o discurso das três principais lideranças da Ação Integralista Brasileira, Plínio Salgado, Miguel Reale e Gustavo Barroso, apontando para a construção de uma memória mítica sobre o passado colonial brasileiro e para a criação de uma imagem negativa do passado mais recente, iniciado com a independência do Brasil, como forma de legitimar a proposta política de organização social do integralismo. 

Palavras-chave: memória, mito, poder.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/htu.2012.162.02



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
 
 
   
 
 
 
 
 
 
 
 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo