“Pompa e circunstância” a um santo pardo: São Gonçalo Garcia e a luta dos pardos por inserção social no XVIII

Janaina dos Santos Bezerra, Suely Cordeiro Almeida

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo analisar a condição dos pardos através da grandiosa festividade realizada em homenagem a São Gonçalo Garcia no ano de 1745, no Recife, e financiada pela Irmandade do Livramento, entre outros. Nossa análise apoiou-se na obra de dois franciscanos: Frei Antonio de Santa Maria Jaboatão e Sotério da Silva, pseudônimo de Frei Manuel da Madre de Deus, que deixaram relatos sobre esse acontecimento. Para desenvolver o trabalho, observamos os sujeitos históricos que marcaram presença na festividade, considerando-a como uma comemoração que, além de ter proporcionado aos participantes momentos de diversão e de exteriorização pública de fé católica, representou a abertura de um espaço para a expressão de um grupo que buscava inserção e projeção no corpo da sociedade colonial recifense.

Palavras-chave: pardos, inserção, festa.


Texto completo: PDF



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo