Macau e os jesuítas na China (séculos XVI e XVII)

Leonor Diaz de Seabra

Resumo


Os Jesuítas foram a primeira Ordem Religiosa a estabelecer-se em Macau, bem como na China (através de Macau). Assim sendo, pretendemos mostrar a sua acção nos séculos XVI e XVII na China e em Macau. Do Colégio de S. Paulo de Macau e do Colégio de S. Paulo de Goa saíram os missionários jesuítas que iam para as missões do Japão, Tonquim, Tidore, China, Ternate, Sião, Amboino, Malaca, Pegu, Cambodja, Solor, Conchinchina, Macassar, Bengala, Bisnaga, Madure, Costa da Pescaria, Ceilão, Travancor, Malabar, Goa, Salsete do Norte (Bombaim), Lahor, Diu, Etiópia, Monomotapa (Costa Oriental Africana), etc. Os Padres Michele Ruggiere, S. J. (1543-1607), e Matteo Ricci, S. J. (1552-1610), foram os primeiros missionários jesuítas a introduzirem as novas leis de adaptação à cultura, aos usos e costumes, bem como à língua chinesa. A Companhia de Jesus desempenhou papel preponderante na fundação, crescimento e conservação de Macau, assim como na Corte imperial em Pequim (onde ficaram conhecidos como os “Padres da Corte”).

Palavras-chave: Macau, China, Jesuítas, Matteo Ricci, Ruggieri.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/htu.2011.153.09



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
 
 
   
 
 
 
 
 
 
 
 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo