Casamentos portugueses em uma capital da Amazônia: perfil demográfico, normas e redes sociais (Belém, 1891-1920)

Cristina Donza Cancela, Daniel Souza Barroso

Resumo


Entre o final do século XIX e o início do XX, a Amazônia foi destino de um intenso fluxo migratório, onde se destacou a presença portuguesa. Neste artigo, analisamos o perfil dos “casamentos portugueses”, destacando sua representatividade e a idade ao casar, atividade exercida e origem dos noivos. Procuramos investigar a relação entre a idade de casamento e o gênero, além da existência de um comportamento homogâmico deste grupo. Perquirimos também contratos de dotação e tensões associadas à bigamia e ao adultério. Trabalhamos com a interseção entre migração, gênero, geração e status social, utilizando registros de casamento e processos criminais.

Palavras-chave: casamento, portugueses, migração, Amazônia.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/962



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo