Redes e tramas no mundo da escravidão atlântica, na África Central Ocidental, século XVIII

Selma Selma Alves Pantoja

Resumo


Os trabalhos existentes sobre o comércio e os comerciantes para a região da África Central Ocidental têm privilegiado a abordagem socioeconômica sobre os mercadores e negligenciado seu papel de atores principais na formação de um especifico espaço político-cultural em Luanda. A identificação de certas trajetórias de vida, dentre os membros dos grupos sociais nesta região, pode trazer uma nova percepção da lógica desse tipo de sociedade escravista no setecentos. Com base em variados registros documentais pretendo abrir trilhas que possam levar as formas de sociabilidade e as identidades dos grupos integrantes das “elites” luandenses, sem se esquecer da mudança operada, no curso desse tempo, nas tensões das lutas internas e externas presente na região e exemplificadas nos confrontos entre os grupos de parentes.

Palavras-chave: África Central Ocidental, comércio Atlântico, relações de amizade, comércio de escravos.

Texto completo: PDF



Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo