Observações taxonômicas sobre os Decápodos fósseis do Cretáceo da Chapada do Araripe, Brasil, e inferências ecológicas

Antônio Álamo Saraiva, Bruno Gabriel Nunes Pralon, Rafael Augusto Gregati

Resumo


Restos fósseis de camarões da Formação Santana, Chapada do Araripe, Cretáceo Inferior, referentes à Beurlenia araripensis Martins-Neto e Mezzalira, 1991 (Decapoda: Caridea) e Paleomattea deliciosa Maisey e Carvalho, 1995 (Decapoda: Penaeoidea) são revisados e novos materiais referidos. O primeiro deles se refere a um exemplar bem preservado de B. araripensis, proveniente dos calcáreos laminados do Membro Crato e que, pela presença de um cefalotórax com espinhos antenais e branquiostegais, rostro com 14 espinhos dorsais, e télson com espinhos posteriores, permite sua melhor caracterização e a proposta de sua inclusão na família Palaemonidae. O material adicional refere-se a um grande número de espécimes de sergestídeos (Penaeoidea) registrados nas camadas de xisto betuminoso no Membro Romualdo e referentes à Paleomattea deliciosa (Dendrobranchiata). Os agrupamentos, além de sugerirem mortalidade em massa, exibem morfologias que caracterizam um hábito de vida planctônico, similar aos sergestídeos modernos.

Palavras-chave: Crustacea, Palaemonidae, Sergestoidea, Cretáceo Inferior, Formação Santana, Brasil.

Texto completo: PDF (English)



ISSN: 1983-3628 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo