A mídia do crime organizado: articulações metodológicas entre Análise Situacional e Jogos de Linguagem para uma teoria fundamentada

Luciana Moretti Fernández

Resumo


Opondo-se à noção representacional da linguagem e tomando-a como prática na construção de sentidos, a ideia de Jogos de Linguagem proposta por Wittgenstein possibilita uma concepção relacional e constitutiva das interações humanas, incluindo em um único construto as linguagens, as ações e o contexto. Situando-os no quadro metodológico da Análise Situacional formulada por Clarke (2005) no âmbito da Grounded Theory, proponho seu uso como ferramenta analítica para abordar a comunicação política no terreno discursivo da apologia do crime, tomando-os como heurísticos para as junções onde as interações e as condições se articulam, combinando elementos materiais e simbólicos nas práticas cotidianas.

Palavras-chave: jogos de linguagem, análise situacional, comunicação política.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo