INTERTEXTUALIDADE NOS QUADRINHOS DA TURMA DA MÔNICA: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL

Haike Krummenauer, Bernardo Kolling Limberger

Resumo


A compreensão textual e a análise linguística são competências que devem ser ensinadas a alunos de Ensino Fundamental. No entanto, muitos ainda têm déficits com relação a essas competências. Por isso, é preciso que os alunos trabalhem com textos que os motivem, como, por exemplo, as histórias em quadrinhos (HQs) da Turma da Mônica, de Maurício de Souza. Esses textos possuem uma riqueza de recursos gráficos e linguísticos. Nesse sentido, este artigo tem como objetivo tecer considerações teóricas e didáticas sobre o sentido de HQs da Turma da Mônica. Fundamentamo-nos nos construtos teóricos da Linguística Textual sobre a intertextualidade, que, conforme as ideias de Julia Kristeva, consiste no fato de todo texto ser um mosaico de citações e de outros dizeres. Analisamos duas HQs e propomos, a partir da análise, uma abordagem didática para alunos do Ensino Fundamental. A proposta foi aplicada com um 7º ano de uma escola pública. Os resultados da prática demonstram que o desconhecimento do intertexto, apesar de não inviabilizar a interpretação, restringe o processo de construção de sentido na leitura.

Palavras-chave


Leitura; Intertextualidade; Histórias em quadrinhos; Proposta de ensino.

Texto completo: PDF



ISSN: 1806-9509 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122



Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo