APP-DIÁRIO na formação de pesquisadores em Programa de Pós-Graduação em Educação

Simone Lucena, Edméa Santos

Resumo


Na contemporaneidade, com a disseminação do digital em rede que saberes os pesquisadores em formação mobilizam ao produzirem seus diários de pesquisa online utilizando as tecnologias digitais móveis? Para responder esta questão realizamos uma etnopesquisa com alguns pesquisadores em formação (mestrandos e doutorandos) que imersos na cibercultura produzem app-diários com diferentes interfaces. O referencial teórico da pesquisa teve como base os estudos da cibercultura e multirreferencialidade. Como achados da pesquisa observamos que na atual sociedade em que as tecnologias digitais móveis, principalmente os smartphones, encontra-se disseminados entre pesquisadores/praticantes culturais imersos na cibercultura, não é mais possível produzir diários de pesquisa distanciados do espaçotempo da investigação, pois estas tecnologias possibilitam a produção de narrativas multimodais que (re)mixam textos, áudios, vídeos, fotografias, e geolocalização em tempo real

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/edu.2019.234.04



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
   


 
 
 
 
 
 
 
 
Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo