Interseccionalidade e educação antirracista no ensino de português e literatura

Janaína Vianna da Conceição, Caroline Scheuer Neves

Resumo


Este trabalho busca refletir sobre como o racismo articulado ao sexismo afeta a vida de mulheres negras e da sociedade brasileira e como a escola se relaciona com isso, indo ao encontro de uma educação antirracista. Para isso, lançaremos mão das categorias identitárias de gênero e raça, utilizando a noção de interseccionalidade proposta por autoras do feminismo negro. Com base nesses conceitos, apresentamos uma análise de um poema de Elisa Lucinda, a partir da qual discutimos um material didático de português e literatura centrado nesse texto. Pretendemos contribuir para a elaboração de materiais didáticos voltados para a educação étnico-racial e de gênero e para a produção intelectual acadêmica a partir da análise de um poema feito por uma mulher negra e a partir da utilização de referenciais teóricos vinculados e produzidos por autoras feministas negras.

Palavras-chave: educação antirracista e interseccional; material didático; ensino de português e literatura.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/cld.2020.181.09



SCImago Journal & Country Rank

ISSN 2177-6202