Processos de textualização em textos não verbais: formando professores na perspectiva dos multiletramentos

Marco Antonio Villarta-Neder, Helena Maria Ferreira

Resumo


O presente artigo tem como objetivo explorar algumas possibilidades de análise do processo de textualização da videoanimação Vida Maria. Analisamos essa peça audiovisual enquanto enunciado em diálogo entre as várias semioses que a compõem e com os enunciados multissemióticos que compõem a experiência de produção de sentidos do espectador. Discutimos as condições de diálogo dessas múltiplas semioses no contexto de múltiplos letramentos. Além disso, buscamos trazer alguns aspectos a serem considerados nas práticas escolares, do ponto de vista de um trabalho dialógico para com as textualizações multissemióticas. Para a abordagem analítica proposta neste artigo pautamo-nos em estudos sobre texto e discurso, sobre arte e cinema, sobre literatura e outras linguagens, sobre semiótica e semioses, evidenciando a conjugação de diferentes referenciais teóricos que convergem ou se complementam, seja na dimensão conceitual, seja na dimensão metodológica, que são basilares para a ampliação dos estudos sobre a leitura de videoanimações em sala de aula. São eles o referencial do Círculo de Bakhtin, a Linguística Textual e algumas abordagens semiológicas.

Palavras-chave: multissemiose; videoanimação; sentidos.



Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo