O uso agressivo da linguagem em uma audiência: uma abordagem discursiva e interacionista para o estudo da im/polidez

Gustavo Ximenes Cunha, Micheline Mattedi Tomazi

Resumo


Pesquisadores contemporâneos da im/polidez têm apontado limitações nas abordagens tradicionais do fenômeno, como, por exemplo, a ausência de uma concepção interacional da im/polidez e a utilização do ato de fala como unidade de análise. Na busca por superar essas limitações, esses pesquisadores têm procurado, dentre outras ações, investigar as funções comunicativas das estratégias de im/ polidez em ambientes institucionais precisos. Inserido nesse contexto, este artigo tem como objetivo evidenciar que o Modelo de Análise Modular do Discurso pode constituir uma alternativa teórica e metodológica para o estudo das estratégias de im/polidez. Para isso, analisamos um excerto de uma audiência de que participam a juíza e o acusado de agressão contra sua ex-companheira. Com o estudo desse excerto, foi possível investigar a maneira como os interactantes se valem da linguagem para negociar (subverter, rejeitar, sustentar) propriedades do contexto, reivindicando ou questionando os direitos e os deveres associados a seus status sociais, e, assim, construir conjuntamente imagens de si e do outro. Com o Modelo de Análise Modulardo Discurso, foi possível, desse modo, revelar a natureza interacional, dinâmica e situada da im/polidez.

Palavras-chave: abordagem modular; audiência; im/polidez.

 


Texto completo: PDF