Muito além do peso: modulações biopolíticas em discursos sobre a obesidade infantil

Francisco Vieira da Silva

Resumo


Este texto objetiva analisar dizeres que discursivizam a obesidade infantil, com o intento de investigar o funcionamento de estratégias biopolíticas, as quais concebem a obesidade infantil como um mal a ser combatido. Para tanto, o corpus é composto por quatro materialidades discursivas que enunciam acerca dessa problemática (uma campanha audiovisual, uma charge, uma reportagem e uma postagem de uma rede social). Do ponto de vista metodológico, o presente estudo situa-se no âmbito de uma pesquisa descritivo-interpretativa, de abordagem qualitativa. Ancoradas na Análise do Discurso, notadamente na perspectiva arquegenealógica de Michel Foucault, as análises apontam que as estratégias biopolíticas corporificam-se em discursos cuja diversidade de posicionamentos fazem funcionar, em maior ou menor grau, mecanismos de controle dos corpos infantis.

Palavras-chave: Discurso, obesidade infantil, biopolítica.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/cld.2018.162.06



SCImago Journal & Country Rank

ISSN 2177-6202