Documentação multimodal de interações com crianças com Transtorno do Espectro do Autismo: corpo, língua e mundo material

Fernanda Miranda da Cruz

Resumo


Este artigo analisa as relações entre percepção do ambiente físico material e a emergência de momentos de iniciativa espontânea de fala por parte das crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) em situações de copresença com o outro. Nosso enfoque recai sobre (i) os recursos multimodais (verbais e não verbais) estruturantes dessas interações e (ii) sistematização de alguns procedimentos de pesquisa relativos à documentação e investigação de interações sob uma perspectiva corporificada das práticas interativas. Essa sistematização tem dois objetivos: (i) oferecer um estatuto teórico-conceitual ao trabalho de constituição de corpora audiovisuais para investigações linguísticas de perspectiva multimodal e (ii) dar visibilidade às implicações da constituição desses tipos de corpora para a investigação e teorização da interação social em quadros de TEA.

Palavras-chaves: multimodalidade, interação corporificada, videoanálises, TEA, mundo material.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/cld.2018.162.01



SCImago Journal & Country Rank

ISSN 2177-6202