Corpo, imagem e sentido: uma leitura dos processos discursivos e descontinuidades nas redes sociais

Aracy Graça Ernst, Janaina Cardoso Brum

Resumo


O propósito deste trabalho é pensar o estatuto simbólico do corpo, sua materialidade significante, considerando sua (inter)relação com a memória e a linguagem. Com essa finalidade, refletiu-se, a partir da inter-relação possível de ser estabelecida entre o quadro de Eugène Delacroix, “La liberté guidant le peuple” e o cartaz de Elsa Riemer da 2ª Marcha das Vadias, realizado em Maringá no Paraná, sobre o corpo como materialidade significante e histórica inscrita em uma rede de memória, ora sendo por essa rede absorvida, ora com ela rompendo.

Palavras-chave: discurso, corpo, memória.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/cld.2017.153.12



SCImago Journal & Country Rank

ISSN 2177-6202