Poder e subjetividade: imagens da soberania e da liderança empresarial em um decreto presidencial

Autores

  • Bruno Deusdará Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Décio Rocha Universidade do Estado do Rio de Janeiro / CNPq

Resumo

Este artigo propõe discussão acerca das práticas escolares, a partir de um enfoque discursivo de um decreto presidencial referentea um plano de metas educacionais. A perspectiva teórica assumida remete a um encontro conceitual entre a noção de prática discursivade D. Maingueneau (1997) e a concepção de poder formulada por M.Foucault (2002; 2006). As análises apontam para a pertinência de ambas as noções como chave para a desnaturalização do social, destacando a dinâmica de produção simultânea entre linguagem e mundo. Exploram-se ainda os efeitos da emergência da imagem de liderança empresarial no trabalho do professor, a partir da análise das metas do referido decreto.

Palavras-chave: prática discursiva, poder, gêneros do discurso, decretopresidencial.

Biografia do Autor

Bruno Deusdará, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Departamento de Estudos da Linguagem (Instituto de Letras)

Departamento de Línguas e Literatura (Instituto de Aplicação)

Décio Rocha, Universidade do Estado do Rio de Janeiro / CNPq

Departamento de Estudos da Linguagem (Instituto de Letras)

Departamento de Línguas e Literatura (Instituto de Aplicação)

Downloads

Publicado

2013-08-29

Edição

Seção

Artigos