A teoria dialógica: uma experiência de inserção nas aulas de português no sertão cearense

Maria de Fátima Almeida, Francisco de Freitas Leite

Resumo


Este trabalho é resultado de reflexões realizadas durante os encontros da especialização em ensino de língua portuguesa e arte-educação da URCA, em Crato-Ceará, em que os alunos-professores relatam suas experiências, suas dúvidas ou apresentam ideias para superar os problemas enfrentados em sala de aula. Na introdução, apresentamos as questões que incitam nossas reflexões. Na segunda seção, abordamos os principais problemas enfrentados pelos alunos-professores em suas práticas pedagógicas, segundo seus próprios relatos. Na terceira seção, apresentamos a alternativa de inserção da perspectiva dialógica de viésbakhtiniano na realidade da prática pedagógica desses professores para a superação dos problemas focalizados nas aulas de linguagem, exemplificando isso com uma análise de trechos de um poema de Patativa do Assaré. Na conclusão, encerramos temporariamente este diálogo, salientando a relevância de se destacar a relação intrínseca entre a linguagem e seu meio sociocultural para a superação de alguns problemas enfrentados, apontando os resultados já obtidos por meio de atividades que ressaltam a natureza dialógica da linguagem e defendendo a prática de estudos mais profundos e longos sobre esse fenômeno humanamente heterogêneo e múltiplo.

Palavras-chave: linguagem, ensino, poesia popular, cultura, perspectiva bakhtiniana.


Texto completo: PDF