Streaming in the foreign language school

Rui Manuel Cruse

Resumo


A escola é um microcosmo da sociedade, e a essência ou a natureza dessa escola influenciará o aprendiz de língua estrangeira nela inserido. As escolas de línguas que não conseguem propiciar uma atmosfera de aprendizagem estimulante não conseguirão desenvolver, de forma satisfatória, padrões de comportamento emocional e intelectual nos aprendizes. As escolas de línguas que nivelam seus alunos , segundo os dados apresentados neste artigo, produzem uma atmosfera menos estimuladora para os aprendizes de nível mais baixo. O nivelamento parece, também, acentuar os problemas emocionais dos aprendizes mais desfavorecidos. As escolas que não praticam o nivelamento conseguem evidenciar dados que sugerem que o não-nivelamento alivia as dificuldades emocionais e sociais dos aprendizes que pertencem aos níveis mais baixos. Assim, o principal objetivo deste trabalho é chamar a atenção dos professores de língua estrangeira, através de sugestões e comentários práticos, de como encarar o fenômeno do nivelamento e de como lidar com o mesmo de forma eficiente.

Palavras-chave: nivelamento, efeito emocional, escola de língua estrangeira, aprendizagem.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.4013/6484



SCImago Journal & Country Rank

ISSN 2177-6202