Cartas de reclamação e respostas institucionais na imprensa: acerca do gênero e os mecanismos de responsabilização enunciativa

Autores

  • Florencia Miranda

Resumo

O objetivo deste trabalho é explorar as relações entre o gênero – enquanto espaço dinâmico de estruturação dos textos – e um dos níveis da arquitetura textual – os mecanismos que assinalam os modos de assumir (ou não) a responsabilidade enunciativa e as formas da modalização. Para tal, são observados dois gêneros de texto: as cartas de reclamação e as cartas-respostas institucionais publicadas na imprensa. Assim, partindo de um conjunto de textos publicados em Portugal – e adotando como eixo certos aspectos desenvolvidos no quadro do Interacionismo sócio-discursivo (cf. Bronckart, 1997) – procura-se pôr em relevo a estreita ligação entre os parâmetros genéricos e os mecanismos de construção textual.

Palavras-chave: gêneros de texto, responsabilidade enunciativa, tipos de discurso, cartas, imprensa.

Downloads

Publicado

2021-05-27

Como Citar

Miranda, F. (2021). Cartas de reclamação e respostas institucionais na imprensa: acerca do gênero e os mecanismos de responsabilização enunciativa. Calidoscópio, 2(2), 17–24. Recuperado de http://www.revistas.unisinos.br/index.php/calidoscopio/article/view/6446

Edição

Seção

Artigos