Letramento: muito além do jardim ou uma alfabetização sem limites ou datas marcadas

Ana Maria de Mattos Guimarães

Resumo


Este trabalho apresenta partes distintas que se entrelaçam na perspectiva de possibilitar o estudo do letramento visto “muito além da escola”. Na primeira parte, são apresentadas concepções de alfabetização e letramento que servem de pano de fundo para a discussão que deve ser feita sobre o papel da escola com relação ao tema. Na segunda, procura-se mostrar como pesquisas, na área de desenvolvimento da linguagem, podem ser trazidas para o contexto escolar e transpostas para uma reflexão pedagógica, que conduza a melhores resultados. Como exemplo dessa situação, discute-se a aquisição de narrativas autônomas e da representação espacial de uma história, que não está plenamente estabelecida na faixa etária em que a criança chega à escola. Finalmente, na terceira parte, reflete-se sobre conseqüências pedagógicas do conceito de letramento, aproximando a pesquisa acadêmica da realidade escolar, no tocante à produção textual.

Palavras-chave: letramento/alfabetização, narrativa autônoma, realidade escolar.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/5987



SCImago Journal & Country Rank

ISSN 2177-6202