Ensinar estilo?

Sírio Possenti

Resumo


Este trabalho defende que o estilo pode ser objeto de ensino na escola. Entende-se por estilo uma certa relação entre forma e conteúdo, desvinculando-o completamente, desse modo, tanto da expressão de uma subjetividade quanto de uma suposta relação exclusiva com obras de arte. Sugere-se que o trabalho de reescrita dos textos selecione pontos específicos com funções especificas. Para exemplificar, sugerem-se transformações de anáforas lexicais em diversos textos, já que o fenômeno tem sido relevante tanto para a lingüística de texto quanto para a análise do discurso. Trabalhar sobre este lugar dos textos revela o quanto ele é decisivo para que um texto produza certos efeitos de sentido, como o de impor um ponto de vista, o de retomar explicitamente ou de deixar para o leitor o trabalho de recuperação de uma memória.

Palavras-chave: estilo, texto, discurso, anáfora, ensino.


Texto completo: PDF



SCImago Journal & Country Rank

ISSN 2177-6202