A ordem dos adjetivos em grupos nominais: uma questão sintático-semântica e discursiva

Ademar da Silva

Resumo


Em português, o adjetivo em posição atributiva pode vir posposto ou anteposto ao nome: mulher bonita e bonita mulher, predominando duas estruturas sintagmáticas: [N+Adj] e [Adj+N]. Já o inglês aceita apenas uma estrutura [Adj+N], na qual o adjetivo se antepõe ao substantivo: beautiful woman, até mesmo em sintagmas com dois ou mais adjetivos: nice tall german girl. Quirk e Greenbaun (1973), Leech e Svartvik (1975), Kemmerer (2000) demonstram que essas seqüências parecem possuir posições marcadas nessa língua. O fato de o português admitir dupla posição do adjetivo no sintagma leva a crer que essa liberdade se estende até mesmo às estruturas com dois adjetivos. Neste trabalho, abordamos sintagmas com dois adjetivos e, a partir de categorias sintático-semânticas, procuramos demonstrar que o português, como o inglês, também possui princípios sintático-semânticos e discursivos que regem a colocação do adjetivo nesse tipo de estrutura.

Palavras-chave: adjetivo, posição atributiva, categorias semânticas, zonas sintáticas.

Texto completo: PDF



SCImago Journal & Country Rank

ISSN 2177-6202