A coesão como propriedade textual: bases para o ensino do texto

Irandé Antunes

Resumo


A proposta fundamental da Linguística de Texto consiste em ampliar o seu objeto de investigação com a finalidade de apreender a linguagem em sua totalidade, isto é, em sua dimensão de sistema em potencial e de sistema em uso. Acontece que, em funcionamento, o sistema somente ocorre sob a forma da textualidade, o que evidencia o caráter de relevância do texto e de suas propriedades. A coesão revela-se como uma dessas propriedades, destinada a prover e a assinalar a continuidade sequencial, que, em correlação com a outra, de natureza conceitual, assegura grande parte da coerência do texto. O ensino das línguas, numa perspectiva meramente sintática, centrou-se na análise da palavra e da frase e perdeu de foco a atividade da linguagem como um processo discursivo e interacional. Com base nos princípios da Linguística de Texto, espera-se que a escola saiba colocar no foco de sua atenção pedagógica o texto e suas propriedades, com atenção especial para a coesão e a coerência.

Palavras-chave: texto, coesão, continuidade, coerência, unidade tópica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/4855



SCImago Journal & Country Rank

ISSN 2177-6202