Relações retóricas e funções textual-discursivas na articulação de orações no português brasileiro em uso

Maria Beatriz Nascimento Decat

Resumo


Neste trabalho discuto as relações retóricas estabelecidas no contexto de ocorrência de orações adverbiais e de relativas apositivas, materializadas em sua forma canônica ou ocorrendo sem a oração matriz, à maneira de um enunciado independente, a que venho chamando de “desgarradas”. A partir de funções textual-discursivas, tais como “avaliação”, “retomada”, “foco”, dentre outras exercidas por essas estruturas, investigo a equivalência entre essas funções exibidas pela articulação entre orações, num nível micro de  organização textual, as relações retóricas consideradas num nível macro da organização do discurso e as funções sintáticas exercidas por essas estruturas. Este estudo ancora-se fundamentalmente na Teoria da Estrutura Retórica, tal como desenvolvida por pesquisadores funcionalistas da costa oeste norte-americana.

Palavras-chave: relações retóricas, funções textual-discursivas, articulação de orações, funções sintáticas, funcionalismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/412



SCImago Journal & Country Rank

ISSN 2177-6202